terça-feira, 8 de julho de 2008

Psicologia Evolucionista e Natureza Humana

A Psicologia Evolucionista (que muitos confundem com psicologia evolutiva, ou seja, psicologia do desenvolvimento) é uma área que mais cresce no mundo e no Brasil. Infelizmente muito das críticas negativas a ela está embasada em entendimentos errôneos, preconceitos e noções simplistas equivocadas sobre como o fator biológico se manifesta no comportamento humano e quais são suas implicações sociais.

Sugiro às pessoas que antes de despejarem seus “ismos” indignados: biologismo, determinismo, sexismo, naturalismo, reducionismo, fatalismo, conformismo entre outros, leiam o texto sobre se nós somos realmente dominados por nossos genes ou apenas por mal-entendidos. E descubram quantas noções preconceituosas sobre a natureza humana temos enraizadas.

Os livros que estão mais voltados para resolver esses entendimentos equivocados são o O Que Nos Faz Humanos de Matt Ridley e o Tabula Rasa de Steven Pinker. Nesses livros uma coisa fica bem clara, que nossa velha noção sobre a natureza humana é uma das coisas que devemos desaprender e deixar muito dos preconceitos que impedem nosso entendimento sobre a Psicologia Evolucionista para trás.


E o programa "Coisas que nunca deviamos aprender" sobre Psicologia Evolucionista, em espanhol, que veremos abaixo, trata justamente da questão das novas noções sobre a natureza humana que estão desafiando concepções pautadas em entendimentos equivocados. Com a participação de Steven Pinker, ricamente ilustrado e com uma discussão final sobre as mudanças de paradigmas este programa tem três vídeos bem interessantes.

No primeiro vídeo veremos a discussão sobre nossa tendências agressivas e medos de cobra, sobre a antiga visão da tabula rasa, as inter-relações entre natureza e criação, as ligações com o projeto genoma e com a discussão das células tronco, veremos ainda que existe um grande preconceito frente as sociedade de caçadores coletores tribais, mas na verdade as habilidades mentais são as mesmas em todas culturas.

No segundo vídeo serão discutidas as diferenças entre homens e mulheres, seu desenvolvimento ontogenético, as influências mútuas entre cultura e circuitos cognitivos inatos, veremos que os seres humanos não têm menos se não mais instintos do que os outros animais, e como exemplo a linguagem, os tabus sexuais, ainda veremos as diferencias entre os sexos nas estratégias sexuais e o movimento hippie enquanto mais uma utopia sexual.


No último vídeo veremos o mal-entendido da suposta impossibilidade de mudança social, analisaremos a tabula rasa para perceber que diferença não é desigualdade, e na conversa final teremos a discussão sobre a revolução científica e as mudanças de paradigmas. E mudança é o que está acontecendo em todo o mundo quando se fala da natureza humana, pois a "natureza humana nunca foi rasa e está começando a ser lida".






6 comentários:

Flávio Souto disse...

Boa tarde!

Marco,

Viajei no teu blog, realmente muito interessante os artigos...

Parabéns!

Mas o meu interesse é outro, hehe...
Conhece alguma matéria ou artigo na área de psicologia que explique ou pelo menos comente aquela velha frase popular “a grama do vizinho é sempre mais verde”.
Isto é, algo a respeito do fato de nós sempre repararmos as coisas dos outros, até o carrinho do supermercado, risos.

Estou precisando de algo nesse sentido,

Desde já agradeço,
Abraço!

Anônimo disse...

Caro Marco:

Gostei muito do seu blog, parabéns. Deixo essa nota para agradecer a postagem dos vídeos com Pinker, um serviço de grande utilidade pública. Também olhei sua lista de livros e vi alguns que não conhecia. Boa sorte na sua tese e um abraço.
Eulina Lordelo

Ebenézer disse...

Oi... Sou estudante de Biomedicina e costumo frequentemente buscar alguns textos no seu blog, pra dar uma reforçada nos conhecimentos sabe... :)
Recentemente comecei a escrever um Blog Científico mais focado na Biologia e Biomedicina, e queria uma ajuda sua com a inclusão do meu blog na sua seção de "Links"...
Desde já agradeço a ajuda e meus parabéns pelo seu blog. Continue assim...

Desculpa se coloquei esse coment. no lugar errado. É que eu não achei nenhum outro modo de contato com vc. ;)

Marco Antônio Corrêa Varella disse...

Olá caros leitores fico muito feliz com os elogios e incentivos quanto ao MARCO EVOLUTIVO. Continuarei me esforçando pra trazer sempre mais informações relevantes.

Flávio nunca li nada sobre essa questão na literatura de Psicologia Evolucionista, mas como sou Biólogo não domino toda literatura em Psicologia. Pergunte a algum Psicólogo.

Eulina muito obrigado pelo apoio. O vídeo do Pinker é bem legal mesmo e ainda existem muitos outros vídeos pra divulgar. Achei legal por ser em espanhol é bom para aqueles que entendem pouco do inglês. Já escreverei uma lista de livros atualizada sobre Psicologia Evolucionsita.

Ebenézer fico feliz que você se inspirou para fazer um blog sobre Biomedicina. É um jeito fácil e amplo de despertar interesses e fazer contatos com várias pessoas.
Além disso, acho que são poucos os blogs nessa área.
Olhei seu blog e achei legal pra um começo, mas uma das coisas mais importantes para inclusão de um link aqui é o compromisso evolucionista sério. Como vi um post ingênuo em favor da pseudociência do design inteligente fiquei desanimado de incluir aqui. Mas com certeza existem outros blogs que compartilham das mesmas crenças.

Abraços a todos
Marco

Roberto G. S. Berlinck disse...

Muito legal teu blog. Ainda não olhei com calma, mas o farei com certeza. Tem muita informação.

Também, obrigado por divulgar o artigo escrito por mim e meu amigo e colega, Hamilton Varela.

saudações evolutivas,

Roberto Berlinck

Roberto G. S. Berlinck disse...

Caro Marco,
Veja só a entrevista da Profa. Mayana Zatz na Veja.com desta semana:
http://veja.abril.uol.com.br/blog/genetica/20090101_dia.shtml
abraços,
Roberto Berlinck